terça-feira, 29 de abril de 2008

" A rapariga que inventou um sonho "

"Em A rapariga que inventou um sonho estão reunidos os vinte e quatro melhores contos de Haruki Murakami, escritos entre 1981 e 2005."

A um ritmo suave, apelativo e imbuído do espírito sensual do jazz, somos conduzidos pelos meandros de pequenas obras mágicas, as quais proporcionaram-me momentos de leitura agradáveis e surpreendentemente divorciados da realidade.

Através de uma escrita fluida, quase perfeita, percorremos diversos temas e sentimentos: desde o esoterismo ao exotismo, passando pela música, o amor, a solidão e a melancolia.

Recorrendo a descrições breves e claras, a personagens ainda que fantásticas, leves e coerentes, somos transportados para uma outra dimensão ... a dimensão do fantástico, do surreal, do inexplicável.

Pessoalmente, gostei bastante de "A História de uma Tia Pobre", na qual assistimos à metamorfose de um pensamento numa pessoa; "O Ano do Esparguete", inteligente metáfora entre um alimento e um sentimento; o fantástico "Homem de Gelo" e o surrealismo de "O Macaco de Shinagawa", inofensivo ladrão de identidades.

Para os apreciadores do género, e especialmente de Haruki Murakami, é um livro que recomendo vivamente.

4 comentários:

Canochinha disse...

Ainda só li o "Kafka à Beira-Mar" e adorei. Quero ler mais do autor, assim o tempo e a disposição mo permita :)

Butterfly disse...

Se adoraste o "Kafka à Beira-Mar" de certeza que vais gostar de todos os outros ... dele só me falta ler "Dança,Dança,Dança" !
Gosto muito do surrealismo que predomina no conjunto das suas obras !
Enfim, mais um a acrescentar à minha já interminável lista de livros para ler ! ;)

Pedro disse...

Tenho "Kafka à Beira-Mar" na lista, que à partida me parece bastante original e cativante!
Também conhecia este livro, embora vá primeiro experimentar o de Kafka à Beira-Mar =)

Butterfly disse...

Pedro, é uma boa escolha começares pelo Kafka, se bem que qualquer livro dele é muito bom ... para quem aprecia o género ! ;)