segunda-feira, 21 de abril de 2008



" Às vezes penso que o coração das pessoas é como um poço sem fundo. Ninguém sabe o que se encontra no seu interior. Não temos outro remédio senão dar largas à nossa imaginação a partir do que aparece, volta e meia, à tona. "


Haruki Murakami in " A Rapariga que inventou um sonho "

Sem comentários: