segunda-feira, 26 de maio de 2008


" E o ciúme. Que sentido tem? ... O que esconde? Vaidade, naturalmente. O corpo humano é composto de setenta por cento de líquidos e só os restantes trinta por cento são matéria sólida. Do mesmo modo, o carácter de um ser humano compõe-se de setenta por cento de vaidade: o resto é uma mescla de desejos, generosidade, medo da morte e sentido da honra. "

Sándor Márai in "A mulher certa"

2 comentários:

Pedro disse...

Atraído pela imagem, chocado pelo texto: não por ser obsceno, mas por ser tão sincero e duro consigo mesmo. Gostei, muito maduro.

Butterfly disse...

A imagem refere-se à lenda de Narciso e é de um artista cuja obra admiro imenso ... chama-se Vladimir Kush ( dá uma vista de olhos pelo site dele www.vladimirkush.com ... vais adorar ;) ) !

Quanto aos vários excertos que tenho vindo a publicar do Sándor Márai, digo-te que reflectem a maturidade e reflexão profunda que o escritor consegue fazer relativamente aos nossos estados de alma, pensamentos e sentimentos.

Bjinhos