segunda-feira, 16 de junho de 2008

" No caso em exame parece ter tido uma influência decisiva a acção pedagógica da cega do fundo da camarata, aquela que está casada com o oftalmologista, tanto ela se tem cansado a dizer-nos, Se não formos capazes de viver inteiramente como pessoas, ao menos façamos tudo para não viver inteiramente como animais, tantas vezes o repetiu, que o resto da camarata acabou por transformar em máxima, em sentença, em doutrina, em regra de vida, aquelas palavras, no fundo simples e elementares. "

" ... Como foi que me reconheceu, Sobretudo pela voz, a voz é a vista de quem não vê, ... "

José Saramago in "Ensaio sobre a Cegueira"

2 comentários:

Pedro disse...

Adorava ler este livro, tive imensa pena de não o comprar este ano na Feira, mas não deu para mais.

Deve ser mesmo muito bom!

Dreamfinder disse...

Olá! Sim, também adorei o livro, tanto pela originalidade do tema, como pelas profundas reflexões que incita. Curiosamente também tinha seleccionado esta primeira citação que aqui apresentas para mais tarde publicar no meu blog ;) Depois dá-me a tua opinião sobre o "Ensaio sobre a Lucidez". Um grande beijinho.