segunda-feira, 7 de julho de 2008

O que também estou a ler ...

« à procura, procura do vento. Porque a minha vontade tem o tamanho de uma lei da terra. Porque a minha força determina a passagem do tempo. Eu quero. Eu sou capaz de lançar um grito para dentro de mim, que arranca árvores pelas raízes, que explode veias em todos os corpos, que trespassa o mundo. Eu sou capaz de correr através desse grito, à sua velocidade, contra tudo o que se lança para deter-me, contra tudo o que se levanta no meu caminho, contra mim próprio. Eu quero. Eu sou capaz de expulsar o sol da minha pele, de vencê-lo mais uma vez e sempre. Porque a minha vontade me regenera, faz-me nascer, renascer. Porque a minha força é imortal. »

José Luís Peixoto in "Cemitério de Pianos"

2 comentários:

Pedro disse...

Sinceramente, espero a tua opinião deste livro! Tenho-o na minha wish list, e gostaria de saber a tua opinião...

Pelo excerto parece que o nível de escrita é forte, puxa muito pela concentração...

Butterfly disse...

Pedro, fica descansado que quando terminar a leitura coloco logo o post com a opinião ! ;)

E ainda faltam as opiniões do "Ensaio sobre a Cegueira" e "Do Amor e outros Demónios" ... ;(

De qualquer forma, e quanto ao "Cemitério de Pianos", posso adiantar-te que já vou a mais de meio do livro e estou a adorar !

Beijinhos