quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Li "Seda" e ...

" Seda " narra a história de Hervé Joncour, um comerciante de seda que vive tranquilamente em Lavilledieu, uma pequena cidade francesa. Devido a uma praga que dizima a produção dos bichos de seda, base da prosperidade económica da região, Hervé vê-se obrigado a cruzar o mundo em pleno Séc. XXI para tentar obter no Japão a matéria-prima tão desejada.

Nestas viagens que empreende, descortina-se para ele um mundo simplesmente arcaico e novo, no qual a estranheza funde-se com o fascínio e a sedução perante duas realidades aparentemente incomunicáveis.

Nasce daqui uma fábula surreal feita de amor, choque cultural e tecidos nobres.

Delicada e macia, minimalista e agradável ao toque como o material em que se inspira, a trama de "Seda" deslizou sensualmente à frente dos meus olhos como um tecido liso e frio, surpreendendo pela elegância e simplicidade.

Próxima leitura de Alessandro Baricco: " Castelos de Raiva "

2 comentários:

Pedro disse...

Olá!

Fiquei admirado pela tua opinião... Não conhecia o livro, mas parece que vale a pena... ;) Talvez experimente, a ver vamos!

Sofia disse...

Não conhecia o livro mas a tua opinião deixou-me curiosa.
Boa sugestão :)