segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Altered Books






Há ideias verdadeiramente brilhantes, que primam pela sua simplicidade. Por seu turno a simplicidade tem uma beleza própria, pois torna-se muito facilmente inquestionável. No dia-a-dia deparo-me com diversos sites na net, com imensa diversidade e interesse. No entanto, com este foi completamente diferente, fascinou-me.

A ideia: descobrir poesia.
O Local: nas páginas de um livro qualquer.
O método: ocultando o conteúdo irrelevante
O resultado: Uma obra de arte.

Basicamente, pega-se nas páginas de um livro, oculta-se todo o conteúdo irrelevante e tenta-se formar poesia com as palavras. Algumas páginas são uma autentica obra de arte em termos de cores, de grafismo e morfologia. É também delicioso ver surgir um significado, aliado à própria composição gráfica da página. Como devem imaginar, as combinações são infinitas, e fazem-nos pensar na quantidade de livros e páginas que já lemos, e consequentemente, na poesia dissimulada que nos poderá ter passado ao lado.

Sem comentários: