segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

" Adorava, por exemplo, ler.
Começara por soletrar títulos nos jornais, ainda antes de entrar para a escola. Quando chegou à segunda classe, já abria todos os livros, cheirava de olhos fechados o papel, juntava todas as letras, decifrava todas as palavras. Aninhava-se nas histórias e nas suas personagens, adormecia a sonhar com elas e acordava a brincar nos mesmos lugares por onde tinham deambulado no dia anterior, algures dentro da sua cabeça. "

Luís Soares in "Em Silêncio, Amor"

2 comentários:

Dreamfinder disse...

O amor pela leitura é uma coisa que tem tanto de extraordinário, quanto de inexplicável...

Euzinha! disse...

Deliciosa paixão!
Deliciosa imagem!