quarta-feira, 29 de julho de 2009

" Foi bonita a cerimónia. Estavas dentro de uma caixa azul. Mais pequena do que o costume. Azul, presumo, porque era a cor dos teus olhos e a cor do mar. O teu pai - imagina - durante a noite pintara no teu caixão os golfinhos de que tanto gostavas. Saltavam felizes os bichos. A teu lado rompiam ondas, e sorriam, só para ti, aquele sorriso enigmático de Gioconda. Percebi então que eras sereia, que o mar e o Céu são o mesmo, e que estavas feliz. Chorei tanto, Jennifer, tanto. ( ... ) "

Nuno Lobo Antunes in "Sinto Muito"

Sem comentários: