domingo, 25 de outubro de 2009

Ser Livre


" Quero ser livre como o mar
que está aprisionado pela terra ...
Quero ter nos meus olhos a brilhar
A luz que enfeita o firmamento
Os meus olhos nasceram
para amar
as estrelas, a lua, o pôr do Sol
o mar que me serena ...
a eternidade dos tempos idos
o lento passar dos séculos
e frescura dos ventos
a sombra casta dos pinheiros
um sorriso ...
um búzio ...
simples ...
não é ?
Os meus ouvidos nasceram
para amar as belas melodias
de piano e violino
em manhãs de esperança
o canto do rouxinol
que serena a minha alma
num oceano mais vasto
que o Pacífico ...
As gaivotas e as ondas
o cantar dos arvoredos
Livre quero ser para
encontrar teu coração
e amar a Natureza generosa
deixar na alma só a rosa
de um amor eterno
que há-de sempre durar ... "

Carlos Silva in "Poiesis - Volume I"

Sem comentários: