domingo, 8 de agosto de 2010

Juventude

"Lembras-te quando ao fim do dia
Felizes, ambos, íamos nadar
E em nossa boca a espuma persistia
Em dar ao Sol o nome do Luar ?

Tudo era fácil, melodioso e longo.
Aqui e além, um súbito ditongo
Ecoava em nós certa canção pagã ...

Contudo o azul do mar não tinha fundo
E o mundo continuava a ser o mundo
Banhado pela aragem da manhã ! ..."


Pedro Homem de Mello in "O Rapaz da Camisola Verde"

Sem comentários: