sábado, 11 de dezembro de 2010

"Os leitores podem ser divididos em três classes: o superficial, o ignorante e o erudito. Quanto a mim, adapto a minha pena com muita felicidade em prol do génio e das vantagens de cada um. O leitor superficial será curiosamente levado a gargalhar, o que limpa o peito e os pulmões, combate o mau humor e é o mais inocente dos diuréticos. O leitor ignorante ( cuja diferença do primeiro é extremamente subtil ) vai-se descobrir inclinado a olhar fixamente, o que é um remédio admirável para os olhos cansados, serve para elevar e avivar o espírito, e ajuda de maneira maravilhosa na transpiração. Mas o leitor verdadeiramente erudito, aquele para cujo benefício permaneço acordado enquanto os outros dormem, e adormeço quando eles acordam, encontrará aqui material suficiente para exercitar as suas faculdades especulativas para o resto da vida."

Jonathan Swift ( 1702 )

1 comentário:

SEVE disse...

Não faria a mesma divisão da leitura (a mesma visão de Jonathan Swift), considero-me um leitor ignorante apenas porque por cada livro que leio aprendo, logo sou um absoluto e total ignorante se pensarmos nos que ainda me faltam ler...