domingo, 20 de junho de 2010

Li "Humilhados e Ofendidos" de Fiódor Dostoiévski e ...

Dostoiévski ... há quem diga que é um autor difícil, negro, deprimente. Não deixo de concordar com o difícil, mas numa perspectiva de desafio para o leitor.
E à medida que vou lendo a sua obra, cada vez mais torna-se para mim um escritor de referência !

"Humilhados e Ofendidos" é um retrato contundente e profundo da vida nas grandes cidades.
Descreve uma sociedade na qual tanto os pobres e fracassados, como as pessoas comuns, continuamente humilhados pelos poderosos seguem, tentando preservar o que podem de sua humanidade, revelando assim as facetas mais nobres do ser humano.
Dotado de uma narrativa ágil e envolto numa atmosfera de grande tensão psicológica, ilustra os limites do amor e da compaixão, bem como a realidade social e os respectivos jogos de interesse.

Enfim, mais um romance de emoções fortes ... típico de Fiódor Dostoiévski ! ;)

( 23º livro lido em 2010 ... 4389 páginas lidas )