segunda-feira, 9 de abril de 2012

A Criação (Koguis)

"Primeiro era o mar. E tudo estava escuro.
Não havia sol, nem lua, nem pessoas, nem animais, nem plantas.
Apenas o mar estava em toda a parte.

Era a Mãe.
Era água e água em toda a parte,
e era rio, lagoa, cascata e mar,
e estava em toda a parte.
Primeiro era apenas a Mãe.
A Mãe não era gente, nem nada, nem coisa nenhuma.
Era pensamento ou ideia.
Era espírito daquilo que viria,
era pensamento e memória.
A Mãe existiu apenas no mundo mais baixo,
nas profundidades,
só e única.

Então quando a Mãe assim existiu,
formaram-se em cima as terras, os mundos, até onde se encontra agora o nosso mundo.
Eram nove, os mundos, e formaram-se assim:
primeiro era a Mãe e a água e a noite.
Ainda não havia amanhecido.
Também existia um Pai.
Aquela Mãe e aquele Pai tinham um filho.
Mas não era gente, nem nada, nem coisa nenhuma.
Era espírito e pensamento.
Este foi o primeiro mundo, o primeiro sítio, o primeiro instante.

Formou-se então mais acima outro mundo, o segundo mundo.
Havia então um Pai que era um tigre.
Mas não era tigre como animal, era tigre na ideia.

Formou-se então mais acima outro mundo, o terceiro mundo.
E começou a haver pessoas. Mas eram pessoas sem ossos nem força.
Eram como vermes.
Nasceram da Mãe.

Formou-se então o quarto mundo.
Havia duas Mães e um Pai.
Este Pai foi quem primeiro soube como seriam as pessoas do nosso mundo,
foi quem primeiro soube que essas pessoas teriam corpo, braços, pernas, cabeças.

Formou-se então outro mundo e neste mundo estava a Mãe.
Ainda não havia casas, e então formou-se a primeira casa,
não com paus nem cipós nem palha, mas apenas no espírito.
Já havia pessoas, mas faltavam-lhes as orelhas, os olhos, os narizes.
Só tinham pés.
Então a Mãe ordenou que falassem.
Foi a primeira vez que as pessoas falaram,
mas como ainda não existia linguagem, vinham e diziam:
«noite-noite-noite»,
e já havia cinco mundos.

Formou-se então o sexto mundo.
Havia Mãe e Pai.
Começaram a formar um corpo inteiro com braços, pés e cabeça.
Começaram a nascer os Donos do Mundo.
Primeiro foram dois, e o mundo dividiu-se em duas partes, em dois lados:
o Azul e o Negro,
e em cada lado havia nove Donos do Mundo.
Os do Lado Esquerdo eram todos Azuis,
Os do Lado Direito eram todos Negros.

Formou-se então o oitavo mundo.
Havia Mãe e Pai.
Mas quando se formou este mundo, aquilo que a seguir ia viver não estava ainda completo.
Mas estava quase completo.

Ainda existia água em todos os lados.
Ainda não havia amanhecido.

Formou-se então o nono mundo, o nosso mundo.
Mas ainda não havia terra.
Ainda não havia amanhecido."

"Poemas Ameríndios - Poemas mudados para Português por Herberto Helder"

Sem comentários: