quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

"Às vezes,
o mundo entra
pleno,
dentro de nós.
Ouvem-se cantar
todos os pássaros da terra;
tudo o que é silêncio
e tudo o que tem voz:
o sol, o mar, a chuva e o vento
e a noite com tudo o que ela encerra.
O mundo entra em nós, pleno
mas o homem só,
para tanto, é pequeno."
 
Maria Natália Duarte Silva  em "Mão Aberta - 1963"

Sem comentários: